Archive for Julho, 2008

De volta pra casa

30/07/2008

Depois de 13 horas de viagem retornamos à Juiz de Fora já com muitas saudades desse povo abençoado que durante 06 dias dedicaram suas vidas para servir ao nosso Pai.

Foi minha primeira experiência no Passa à Macedônia e já me sinto parte deste Projeto Missionário que nasceu do coração de Deus. Ali em Medina, vivenciamos muitas experiências do mover do Espírito Santo. Além disso, nós da comunicação, fomos muito felizes pois quando íamos registrar os momentos, presenciávamos o agir de Deus.

O Projeto que contou com cerca de 380 missionários, mobilizou a cidade mineira que se acostumou a conviver conosco pelas ruas, escolas, postos de saúde, Delegacia, hospital e que, além de trabalhar em suas respectivas áreas, levavam a palavra de Deus às pessoas atendidas.

Sentimos um amor intenso em dedicar nossos dons e talentos para a obra missionária e assim como Neemias: ”Edificamos o muro, e todo o muro se fechou até a metade de sua altura; porque o povo tinha ânimo para trabalhar” (Ne 4:6). E como na palavra de Neemias, fizemos apenas a metade do muro. Oremos pelo Pr. Welfany Nolasco e pela consolidação das 240 vidas que se decidiram por Jesus.

Até o próximo passa à Macedônia em Varginha!

Por Gleydison Andrade

Anúncios

Alcançando crianças de Medina

30/07/2008

Em nossa estadia na cidade de Medina ocorreram em todos os dias a EBF (Escola Bíblica de Férias). O crescimento dessa parte do projeto foi gradativo começando com 100 e terminando com cerca de 300 crianças.

Os participantes que tinham entre 6 a 12 anos eram divididos em classes por idade. Em geral, muito pobres e de regiões marginalizadas da cidade. Percebemos um bom trabalho realizado pelos missionários da EBF tanto nas brincadeiras quanto na educação cristã.

Algo interessante nesse trabalho foi a forma de alcançar os pais. As crianças se apresentavam no culto noturno com músicas que aprendiam durante o dia – faziam o maior sucesso – e os pais compareciam e escutavam também a mensagem do evangelho.

“Fui abordada na rua por uma criança que estava freqüentando a EBF e ela, com muito orgulho, me disse que naquele dia tinha aprendido sobre a história de Zaqueu”, afirmou feliz a irmã Débora Braga.

Senti que a semente da palavra de Deus foi plantada naqueles coraçõezinhos e que involuntariamente, alcançamos suas famílias.

Depoimento

30/07/2008

A serviço do Rei Jesus

Uma criança de 6 anos sofria há um ano de medo/terror noturno, medo da morte, sendo prejudicada em diversas áreas, como a escolar e em seu convívio diário. Os pais tentavam socorro já há algum tempo em BH ou Montes Claros.

Atendemos a menina na segunda-feira, dia 21, e já na terça, a mãe nos perguntou o que havia acontecido, pois a menina era outra. Os pais ficaram tão gratos que divulgaram o fato por toda a cidade, participando de todos os cultos noturnos e ao final, como forma de gratidão, chegou a presentear o profissional com biscoitos e queijos locais.

Ê Papaaaaaaiii maravilhoso esse sô !!!

Por Cléber de Assis – psicólogo/teólogo

Depoimento

24/07/2008

Quarta-feira, 4º dia do Projeto, tem sido para mim uma honra e um motivo de grande alegria participar da equipe de construção do templo da Igreja Metodista em Medina. Além de conhecer irmãos maravilhosos, a experiência de “colocar a mão na massa” tem me trazido uma grande lição de humildade. Agradeço muito a Deus por fazer parte dos seus projetos em Medina.

Por Roberto Braga

4ºdia – Hospital

24/07/2008

Quarta-feira, manhã do 4º dia do Passa à Macedônia. Deus tem quebrado paradigmas nesta semana. Eu e Gleydison, um colega da equipe de comunicação, ambos que não se sentem à vontade em hospitais, nos vimos “obrigados” a acompanhar um irmão fisioterapeuta, chamado Guilherme, que faz um trabalho diferenciado com crianças. Ainda não sabíamos ao certo o que íamos encontrar, mas fomos com intenção de registrar imagens dessa missão.

O atendimento foi muito interessante, o missionário Guilherme se maquia, veste roupas engraçadas com o intuito de abordar as crianças com brincadeiras e piadas. Foi surpreendente o resultado, as crianças se divertiram, enquanto ele as consultava.

Porém, o que mais nos chamou a atenção foi a procura das pessoas por nós nos corredores, pedindo cânticos e orações, inclusive em um quarto onde estavam 3 mães com seus recém nascidos. Quando estávamos de saída hospital, uma funcionária da recepção nos parou e perguntou se não iríamos orar por ela e pelo hospital. Imediatamente, enquanto um a tomou pelas mãos para orar, o outro começou a abençoar o local. Foi emocionante! Nós, que não gostávamos de hospital, dessa vez queríamos ficar por lá, pelo menos por aquele dia.

Equipe de comunicação

Depoimento

23/07/2008

Nestes dias passados aqui em Medina, tive o privilégio de testemunhar o poder de Deus transformando vidas em caminhadas e visitações evangelísticas.
Mas, experiência maior, foi a visita feita na cadeia da cidade, onde, com autorização do delegado, estivemos evangelizando, louvando e pregando a Palavra de Deus, que por sua vez, impactou de forma expressiva todas aquelas vidas que, mesmo encarceiradas fisicamente, aceitaram o desafio de uma nova vida pela graça dada por Jesus Cristo, nosso Salvador.
Por Wesley Garcia de Oliveira, da Congregação Metodista do Bairro Veneza em Ribeirão das Neves

Terça-feira, visita à delegacia.

22/07/2008

Terça-feira: terceiro dia do projeto Passa à Macedônia, tivemos alguns dos momentos mais marcantes. Nossa equipe de comunicação se dividiu em duas, indo uma parte para o Hospital Santa Rita e outra para a Delegacia da cidade.

Fomos até a cadeia para fazer a cobertura juntamente com um grupo de irmãos para evangelizar e ter um momento cultico com os detentos. Para mim foi chocante ver tantos jovens naquele local.

A cadeia é dividida em “dois andares”, me mantive em sua parte inferior, um lugar onde o sol não alcança. Estamos passando noites frias por aqui, fiquei imaginando como é a noite das pessoas naquele lugar. Além disso, Deus me incomodou a subir ao segundo andar, no qual fiquei impactado ao ver um menino tão novo, aparentemente com 15 anos sozinho em uma cela.

Apesar de nossos medos e preconceitos, fomos muito bem recebidos por eles, que nos pediam para registrar alguns momentos. Pude observar também que durante o culto, escutavam atentamente a palavra e os louvores, emocionando as senhoras que estavam conosco. Inclusive para minha curiosidade alguns dos detentos pediram para que cantássemos juntamente com eles os hinos “Rompendo em fé” e “Porque Ele vive”.

O momento nos levou a refletir sobre as condições do sistema carcerário brasileiro e sobre os jovens de nosso país.

Terça-feira, 3º dia.

22/07/2008

Terça-feira, manhã do 3º dia do Projeto Passa à Macedônia em Medina. A jornalista de imagem, Simone Martins, realizou a cobertura jornalística no Hospital Santa Rita, que ofereceu atendimentos na área de fisioterapia liderados por Guilherme Braga e de odontologia com a Dra. Elis Shinaider.

A outra parte da nossa equipe composta pelos repórteres Gleydison Andrade, Victor Martins e Roberto Braga, além da publicitária Catarina Vidal, estiveram presentes no culto na cadeia da cidade. Para nossa equipe foi o momento mais marcante dessa missão, que teve início com louvores em que poderíamos ver a unção de Deus. Logo após, tivemos a ministração de uma palavra abençoadora pelos pastores presentes.

Durante esses dias, vemos que assim como A Casa do Julgamento, o Projeto Missionário Passa à Macedônia é algo que nasceu do coração de Deus.

Pedimos que continuem orando pelo crescimento espiritual de nossa equipe que voltará com uma nova visão e sabendo o que é fazer MISSÃO.

Segunda-feira, 2º dia.

22/07/2008

O culto de segunda-feira à noite do Projeto Passa a Macedônia foi “pura bênção”, do início ao fim, a começar pelo louvor dirigido pelos pastores Fernando, de Conselheiro Lafaiete, e Marcelo, de Vitória. Durante a celebração, Deus ministrou uma forte mensagem de restituição à igreja: “Restituir-vos-ei os anos consumidos pelo gafanhoto migrador, pelo destruidor e pelo cortador”.
Em seguida, depois de uma apresentação dos moradores de Medina, o pastor Antonio Luthero ministrou a palavra sobre o “muro de separação: Mas agora, em Cristo Jesus vós que antes estavas longe fostes aproximado o sangue de Jesus. Porque Ele é a nossa paz, o qual derrubou a parede de separação que estava no meio, a inimizade.” Seguido por um apelo onde foram a frente mais de 30 pessoas, que foram ministradas pelos pastores presentes.

Depoimento

21/07/2008

Sexta-feira, 19 de julho, saímos por volta de 22h da Central, super animados para a 11ª edição do Projeto Passa à Macedônia em Medina – MG. Antes de sairmos de JF, já vimos o agir do Senhor, permitindo que o Lucas – do teatro – nos acompanhasse nessa missão.

Enfrentaríamos 12h de viagem que se tornaram 14h de muita alegria, louvor, diversão e é claro, muito cansaço. Quando nós – jovens – ficávamos quietos, tentando tirar um cochilo, vinham as amadas tias agitar novamente o ambiente. Quando imaginamos que íamos conseguir dormir, pegamos pelo caminho um grupo de metodistas de Muriaé e, dentre eles, estava o querido Pr. Willians. Ah, daí por diante só dormiu quem tomou os sagrados comprimidinhos contra enjôo da Fernanda que literalmente nos deixava dopados de sono. O Pr. cismou em fazer uma Escola Dominical no ônibus pois segundo ele, o bispo Roberto não gosta que faltemos. Começou: “Meia noite, o sol brilhava no horizonte e eu, em pé sentado em uma pedra de madeira, cego, lendo um jornal sem palavras, careca, penteando meus longos e lisos cabelos ondulados, calado dizia: prefiro a morte do que morrer. Como uma linda paisagem, vi alguns pássaros pastando e as vacas voando de galho em galho, procurando o seu ninho. De quatro profetas no mundo, eram três: Moisés e Elias”. E olha que ele nem tomou o remedinho hein!!! Esse Pastor é mesmo uma bênção, não acham?

Como eu tomei o sagrado comprimido, dormi … Chegamos e ansiosos pelo mover de Deus. Que sejamos adoradores e conquistadores desse território para honra e glória do nosso Deus!

Por Gleydson Andrade